Header Ads

ad728

"Eu não sou ciumenta", afirma Fátima Bernardes sobre William Bonner

Fátima Bernardes disse na manhã desta quarta-feira (28) que não se considera uma mulher ciumenta em seu relacionamento com o marido, William Bonner, âncora do "Jornal Nacional". A apresentadora respondeu a uma pergunta sobre ciúmes feita pelo jornalista Lair Rennó, e respondeu se Bonner poderia usar o óculos escuro (método utilizado por homens para disfarçar o olhar).
"Sempre pôde [usar o óculos escuros, risos]", disse ela durante o "Encontro". "Eu não sou ciumenta, eu não sou ciumenta. Pode ir tranquilo, à vontade [trabalhar, à noite, no "JN]", completou em seguida, de forma quase monossilábica.
A apresentadora e convidados discutiram o tema "ciúmes obsessivo" e levaram exemplos até o estúdio, como a de uma mulher que faz questão de ir com o marido ao trabalho, quando ele faz plantão noturno.
Fátima e Bonner se conheceram no ano de 1988, quando passaram a dividir a bancada do "Jornal da Globo". Beijaram-se pela primeira vez três dias depois de se conhecerem, mas iniciaram -- e assumiram publicamente -- o namoro apenas dois anos depois, em 1990, e  então subiram ao altar com três meses de relacionamento.
"Dizia que nunca ia namorar ninguém do trabalho, mas aconteceu. Não dá para dizer dessa água não beberei. Tenho 25 anos de casada, mas no início não foi fácil contar para as pessoas, você fica meio insegura", disse Fátima sobre sua postura no início do namoro, no "Encontro", em 2014.
Os dois são pais de filhos trigêmeos, Laura, Vinicius e Beatriz, hoje com 17 anos. Os três nasceram prematuros, com 7 meses (34 semanas), no dia 21 de outubro de 1997 na clínica São José, localizada na zona sul do Rio de Janeiro. Vinicius foi o primeiro bebê a nascer. Na ocasião, Bonner acompanhou o nascimento dos filhos registrando tudo o que acontecia na maternidade.

Nenhum comentário