Header Ads

ad728

Jussara Freire revela por que Tamar Koheg usa peruca em Apocalipse


Entre os muitos bons exemplos de mães em Apocalipse, Tamar Koheg é a típica matriarca cuja prioridade é a família. Além de não medir esforços para proteger os filhos Débora (Manuela do Monte/Bia Seidl), Hanna (Brendha Haddad/Adriana Prado) e Noah (Raphael Sander) dos maldosos olhos da sociedade, a personagem de Jussara Freire tem o cuidado de se ater ao mandamento da Torá, o livro sagrado dos judeus, que diz que a mulher tem de preservar sua intimidade e cultivar a modéstia: “Nós somos judeus ortodoxos, então, por exemplo, o público vai ver que nós usamos perucas, porque peruca é usada pelo costume, pela religião, pelas tradições. A mulher casada sempre usa peruca”, explica. Cobrir a cabeça, para as mulheres judias ortodoxas, é uma forma de se resguardar da cobiça dos homens, além de firmar o status de casada, ou seja, é uma demonstração de comprometimento com sua alma gêmea.

Há quem acredite que não deixar os cabelos à mostra também atrai prosperidade para a família. Tamar, mulher forte que é, conta ainda com sua habilidade de articular para que as coisas saiam da forma como deseja, o que não exclui seu lado fraternal. “Claro que, no fim, como toda boa mãe judia, todo mundo vai acabar fazendo o que ela quer”, adianta Jussara.
O trabalho para representar a matriarca da família Koheg vai além da caracterização. Antes, um vasto estudo foi feito. A atriz conta que “por opção do diretor, nosso grupo faz sotaque. Então nós tivemos aulas de prosódia e tivemos também bastante, com a Marcela Castro, mas quase mais de um mês, quase que diariamente, [aulas] de costumes judeus”, um processo de aprendizagem que, para ela, foi “muito muito muito agradável!”
Jussara Freire iniciou sua carreira na Record TV, na década de 70, mas lembra que sempre esteve ligada a papéis que pendiam à comicidade. Em Apocalipse, ela tem a oportunidade de inovar em sua trajetória, interpretando a avó do Anticristo. “Para mim, é uma grata surpresa estar fazendo essa personagem, porque depois de muitos anos eu não faço algo que tenha… que eu possa me encantar”. Sem rodeios, ela revela expectativas bem positivas: “Eu acho que todos nós vamos ser brindados. Eu por ter sido convidada para fazer essa personagem, para fazer Tamar Koheg, e o público por uma novela tão maravilhosa”.
Tamar é forte influenciadora no destino da família, principalmente dos filhos Hanna, Débora e Noah. Acompanhe a trajetória da família Koheg em Apocalipse, de segunda a sexta, a partir das 20h45, na Record TV.

Nenhum comentário