Header Ads

ad728

Atrizes vão vestir roupas pretas no Globo de Ouro em protesto contra assédio

Segundo informações, mais de trinta atrizes vão aderir à cor de roupa em forma de protesto aos casos de assédio denunciados em 2017

Reese Whiterspoon foi uma das atrizes a denunciar o assédio sexual em Hollywood


A grande movimentação em torno de Hollywood para denunciar casos de assédio e estupro deste ano deve continuar em 2018. Segundo informações levantadas pelo site  E! News e pelo programa de tevê "The Morning Breath", mais de 30 atrizes e nomes conhecidos do mundo internacional dos famosos deve comparecer ao Globo de Ouro 2018 usando roupas pretas em forma de protesto. 

Apesar dos nomes pertencentes à lista daquelas que irão aderir ao movimento no Globo de Ouro não terem sido ainda divulgados, já foram confirmada a participação de grandes nomes como  Reese Witherspoon , Saiorse Ronan e Jessica Chastain . As famosas já falaram publicamente sobre terem sido vítimas - e sobreviventes - de violências sexuais sofridas nos estúdios americanos e constantemente se posicionam sobre o assunto.

"Todas as atrizes e convidadas ou, pelo menos, a maioria, estão estendendo sua solidariedade uma a outra em forma de protesto. Todas vestirão preto, obviamente, para se manifestar contra as injustiças que estiveram acontecendo em Hollywood desde sempre", disseram as apresentadoras do "The Morning Breath", Jackie e Claudia Oshry.


Casos de Assédio 


As acusações contra artistas hollywoodianos ganhou força depois do escândalo envolvendo o produtor e magnata dos estúdios, Harvey Weinstein . Cerca de 80 mulheres que trabalham ou trabalharam na indústria confessaram ter sofrido algum tipo de assédio de Weisntein. 
Já Kevin Spacey foi acusado por também ator, Anthony Rapp, de tê-lo assediado quando tinha apenas 14 anos, enquanto atuavam na Broadway . Depois do episódio, Spacey desculpou-se e aproveitou a ocasião para assumir sua homossexualidade nas redes sociais - o que foi visto por muitos como uma tentativa do protagonista de " House of Cards ", da Netflix, de tirar o foco das denúncia que havia sofrido. 

Em outra ocasião, o nome de Spacey também esteve envolvido em outro escândalo: Em depoimento nesta quarta-feira (8), a jornalista Heather Unruh, ex-âncora de TV nos Estados Unidos, o acusou de embebedar e molestar o seu filho de 18 anos em julho de 2016. 

Além destes nomes, também foram acusados de assédio os atores Jeremy Piven e Ben Affleck,  além do diretor e produtor Brett Ratner. A cerimônia de premiação do Globo de Ouro  deve acontecer no dia 7 de janeiro e promete ainda ser palco de diversos discursos de premiadas que relembrem denúncias de casos de assédio.

Nenhum comentário