Header Ads

ad728

Morte de Vinícius na cadeia foi encomendada na novela 'Paraíso'


A morte de Vinícius (Flávio Tolezani) em “O Outro Lado do Paraíso” – trama das 21h da TV Globo – não foi somente por causa do ‘código de honra’ contra estupradores na cadeia. Sophia (Marieta Severo) teria encomendado o assassinato do pedófilo.

O segredo está previsto para ser revelado no dia 30 de março, em uma cena em que a ‘mãos de tesoura’ dará uma mala de dinheiro para o diretor da prisão, segundo o “Notícias da TV”.
Ao receber o homem em seu apartamento, a assassina entregará o suborno: “Os outros cinquenta por cento. É bastante dinheiro”.
O oficial discordará: “Nem tanto. Tenho que dividir com os policiais que se afastaram para o ex-delegado ser assassinado”.
A vilã, então, justificará a morte: “Ele me ameaçou. Não que houvesse provas contra mim. Mas uma mulher como eu não pode correr o risco de ter o nome manchado. Ainda mais por um delegado pedófilo, sem escrúpulos. De qualquer forma, um criminoso como ele não merecia viver”.
O 'subornado' ainda contará que o fato é algo recorrente na cadeia: “Não se preocupe. Estupradores são assassinados na prisão. É uma lei não escrita entre os prisioneiros. No caso, só́ apressamos as coisas”.
A megera pedirá discrição: “Talvez até́ tenha sido melhor para ele. Podia até́ ser torturado. Que Deus o tenha. E tudo isso fica entre nós”. O outro rebaterá: “Como diretor do presídio, sou discreto com esse tipo de serviço. Até mesmo para não colocar meu cargo em risco. Boa noite”.
Contudo, no momento da conversa, Gael (Sergio Guizé) escutará tudo e, ao descobrir a respeito do homicídio, revelará a Clara (Bianca Bin) que sua mãe é uma criminosa. A partir daí, as matanças da personagem começarão a ser desmascaradas e o ex-casal conseguirá impedir, inclusive, que a mulher venda, ilegalmente, uma esmeralda gigante.
O filho da megera também procurará ajuda com Mercedes (Fernanda Montenegro), que o aconselhará a seguir o que acha ser certo.
Sem aguentar ficar com aquilo só para si, o irmão de Lívia (Grazi Massafera) contará à loira sobre as ações da matriarca: “Lívia, tem ideia da mãe que nós temos? Eu acabei de saber que ela encomendou a morte do delegado, do pedófilo, na prisão. Ele ameaçou ela no tribunal. Disse que a mãe comprava o silêncio dele”.
Sem entender, a jovem ficará confusa: “Mas ele não foi morto pelos outros presos?”.
Então, o ex de Clara explicará: “Os guardas fecharam os olhos. O diretor do presídio veio aqui receber a outra parte do serviço. Cinquenta por cento antes, e os outros cinquenta depois”.

Nenhum comentário